3 formas de comprar roupas pela internet

Comprar roupas pela internet é muito simples

Se você ainda não acredita em comércio de roupas pela internet, está por fora. As grandes lojas estão investindo, sites de compra coletiva também. Tem até brechó espalhado na rede, e vendendo boas roupas. Saiba onde encontrar peças bacanas sem gastar sola de sapato vendo vitrines.

De acordo com a consultoria e-bit, as vendas do segmento de moda pela internet tiveram alta de 115% em 2009. Um verdadeiro sucesso, tanto que várias lojas abriram suas portas na internet também. Está a fim de encher sacolas virtuais? Aqui trago três formas diferentes para encontrar peças (e preços) bacanas.

1. Sites de loja de departamento

Lojas como C&A, Renner e Marisa vendem roupas e acessórios pela internet. A Marisa é a que está no e-commerce há mais tempo, 10 anos. Vale para você que já compra nessas lojas, e, portanto, sabe o seu tamanho e não corre o risco de ter que trocar a peça. Eu testei o serviço de compra online da Renner e aprovei: a bolsa que eu pedi chegou dentro do prazo de três dias úteis, em uma caixa e com o comprovante. Tudo certinho, vale a pena.

2. Compra coletiva – Privalia

Entrar no site do Privalia é uma tentação constante. Os preços baixos típicos dos sites de compra coletiva só que em roupas de diversas marcas são de enlouquecer qualquer um. Cadastre-se no site, e a partir daí você pode receber as ofertas por email. Em geral elas duram três dias. Para comprar, selecione o produto e a forma de pagamento. Quando a compra for liberada, você receberá um comprovante por email e o produto é entregue no endereço que você cadastrar.

3. Brechós online

Para quem quer ainda mais economia e conseguir peças de marca por preços absurdos de tão baixos, uma boa dica é investir nos brechós online. A maioria das roupas a venda só tiveram um dono ou foram presentes nem usados por quem as vendeu. Sites como o Enjoei ou o Café Brechó Virtual sempre tem boas ofertas (nesse último eu já vi cada calça jeans bonita…e roupas de criança Ralph Lauren!). E, claro, se você tem alguma roupa encostada em casa, vale revendê-la também.

 

Gostou? Odiou? Não terminou de ler o post porque foi comprar? Comente 🙂

P.S.: uma das razões pelas quais o comércio de roupas no Brasil não anda é a falta de padronagem dos tamanhos. Como saber se o modelo M é M mesmo ou é pequeno demais? Uma boa ideia que sugiu buscando resolver este problema foi o Fits.me, um site para experimentar roupas. Disponível apenas na versão masculina (ai que ódio!), você pode colocar suas medidas e criar um manequim virtual. É o futuro chegando, minha gente…

 

Fits.me
Print da página do Fits.me . Olha só, meninos, até dá para imprimir a fita métrica se você não sabe suas medidas 🙂

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s