Fashion Chronicle do Dia Internacional da Mulher: Spice Girls e o #girlpower

E amanhã se comemora o Dia Internacional da Mulher. Foram alguns minutos olhando para a tela em branco antes de pensar o que escrever nesta data, principalmente porque eu acho que, se nós, mulheres, buscamos uma posição igualitária em relação aos homens, uma data como essa só reforça a ideia de que ainda somos uma minoria. Mas uma minoria que não vai ficar quieta e observando.

O último símbolo “pop” do feminismo foi o discurso de Patricia Arquette ao receber o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante no Oscar. Suas palavras sobre direitos e salários iguais para homens e mulheres rodaram o mundo, assim como a reação de Meryl Streep:

meryl-patricia-speech-oscar

Mas as minhas primeiras referências de feminismo vem dos anos 1990, com o #girlpower das poderosas Spice Girls. A ideia de “girl power” vem de várias outras mulheres da música do final dos anos 1980, mas realmente ganhou o mundo na boca das Spice.

spice-girls-foto_by-dj-chars

Na definição do dicionário Oxford, “girl power” é “o poder exercido pelas garotas, atitude de auto-suficiência que se manifesta em termos de ambição, assertividade e individualismo”. Basicamente, diz que mulher nenhuma precisa de um homem para chegar onde quiser. Ou de outra mulher. Ou de ninguém. A verdade é uma só: as mulheres tem tanta capacidade quanto os homens para alcançar seus objetivos. Sendo assim, devem ter seu trabalho valorizado e salário compatível.

Partindo dessa ideia, temos diversas músicas das Spice – todas complementadas com looks apimentados, como de costume – que reforçam essa ideia. Trilha sonora do dia e músicas para guardar no coração e na cabeça:

If you wanna be my lover, you gotta get with my friends
Make it last forever, friendship never ends
If you wanna be my lover, you have got to give
Taking is too easy, but that’s the way it is (Wannabe)

Tradução resumida – homem nenhum vai ficar entre uma mulher e seus amigos

You have got to reach on up, never lose your soul
You have got to reach on up, never lose control (Who Do You Think You Are)

Tradução resumida – não desista do seu sonho e não se esqueça que, para alcançá-lo, você só precisa se manter fiel a si mesma

That’s all in the past
Legends built to last
But she’s got something new
She’s a power girl
In a ninties world
And she knows just what to do (The Lady is a Vamp)

Tradução resumida – as conquistas de muitas mulheres construíram o que somos hoje. Mas só as mulheres de hoje sabem o que é preciso para viver no nosso mundo, bem como as heranças que vamos deixar.

E que continuemos conquistando e evoluindo como mulheres e como humanidade. Generation next! 😉

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s