Por que você precisa assistir ‘Divertida Mente’

Há quase dois anos exatos estreava Universidade Monstros; desde então a Pixar não lançou nenhum novo filme. Valeu muito a pena esperar.

Divertida Mente estréia hoje nos cinemas brasileiros e…eu já fui ver! Na terça-feira à noite alguns cinemas receberam a chamada Pixar Tour, com a exibição do filme com um documentário sobre os estúdios. Da vontade de ir para lá imediatamente trabalhar com eles ❤

010138

Além de Divertida Mente, o documentário apresenta a equipe e trata um pouco sobre os próximos lançamentos da Pixar: O Bom Dinossauro (estréia ainda esse ano – o trailer passa na sessão!), Procurando Dory (previsto para 2016) e Toy Story 4 (2017).

Mas vamos voltar a Divertida Mente. O filme conta a história de Riley, uma garota de 11 anos que acaba de se mudar para São Francisco. A história é apresentada pela visão de suas emoções, que habitam os “headquarters” (isso só tem graça em inglês eu acho – não vi o filme dublado ainda). Alegria, Tristeza, Raiva, Nojinho e Medo tentam fazer o melhor pela vida da garota.


As memórias de Riley ficam armazenadas e são classificadas de acordo com cada sentimento; a maioria delas é alegre, o que faz de Alegria a “chefe” dos sentimentos. O problema começa quando Tristeza toca uma das “core memories” de Riley, as memórias que constroem a personalidade da garota. Na tentativa de reverter isso, Alegria e Tristeza acabam sendo sugadas para fora dos headquarters e vão parar no labirinto onde são armazenadas as memórias de longo prazo. O filme se desenrola na maneira como os dois sentimentos fazem seu caminho de volta – e precisam aprender a trabalhar juntas – ao mesmo tempo em que Riley encara a nova escola e as novas amizades contando apenas com Raiva, Medo e Nojinho. Ou seja, problemas à vista.

inside_out_trailer_3d_animated_from_pixar_02
Como todo bom filme da Pixar, é uma animação que agrada tanto as crianças quanto os adultos. Os pequenos vão se encantar com os sentimentos e se identificar com Riley; os adultos vão refletir sobre a cobrança do mundo moderno em sermos sempre felizes, sendo que os outros sentimentos são tão importantes quanto.

Outra tradição da Pixar é abrir seus longas-metragens com um curta. Dessa vez temos Lava, que conta a história de um vulcão havaiano em busca do amor. Aviso: leve lencinhos.

Pixar-Lava
Sei que sou suspeita para falar: gosto de praticamente tudo que a Pixar produz e inclusive fiz meu #projetomonografia sobre eles. Por isso posso dizer com segurança que Divertida Mente é imperdível. Assista…e depois venha me contar o que achou, combinado? Sem preguiça!

tumblr_niwb3aa5yK1rf73xqo2_500

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s