Semanas de moda: a origem do calendário das “big four”

Duas vezes por ano o mundo da moda para e volta seus olhares para as semanas de moda. São nessas apresentações, tão incríveis quanto concorridas, que conheceremos as tendências para a próxima estação. Em fevereiro e em setembro (em geral), o calendário das semanas de moda se repete – mas você sabe de onde ele surgiu? Então vem comigo:

 

New York Fashion Week, a pioneira

A semana de moda de Nova York é a mais antiga de todas – achou que fosse Paris, né? Pois é: de fato a Cidade Luz tinha algumas apresentações, quase mini-desfiles, no passado. Porém, essas apresentações eram dentro das lojas, bem restritas e sem a organização das semanas de moda. E durante a Segunda Guerra Mundial não tinha a menor condição dos franceses investirem tempo em desfiles, por menores que fossem. Só que os americanos aproveitaram a oportunidade para fazerem isso. Eleanor Lambert, uma grande publicitária de moda, teve a ideia de criar a Press Week, uma semana na qual as marcas americanas apresentariam suas coleções em desfiles para a imprensa – uma forma de facilitar o trabalho dos jornalistas, que estavam cobrindo a guerra, e a trazer um pouco de beleza e paz. E, claro, valorizar o trabalho dos estilistas americanos, que sempre ficaram à sombra da França. A Press Week, a primeira New York Fashion Week, aconteceu em 1943, e até hoje Nova York abre o calendário da moda.

London Fashion Week, a rebelde

Se tem uma semana de moda que vai além das roupas, essa é Londres. Desde sua criação, em 1984, a London Fashion Week ficou marcada pela inovação, pelos desfiles que não apenas misturam moda com outras formas de arte, mas também com política e meio ambiente. Foi, por exemplo, a primeira semana de moda a transmitir seus desfiles ao vivo. É a semana de moda dos excessos, do punk, da sustentabilidade – é uma das minhas queridinhas ❤ A LFW é a segunda no calendário de moda, acontecendo logo na sequência da NYFW.

Milan Fashion Week, a agitada

A semana de moda de Milão existe desde 1958, sem interrupções. É a casa de marcas clássicas, com desfiles mais do que aguardados pelo público, como Prada, Dolce & Gabanna e Gucci. E se tem uma semana de moda que mexe com toda a cidade, é a de Milão. A festa italiana não se restringe às passarelas; toda a cidade é tomada por eventos relacionados à moda, muitos deles abertos ao público geral, como palestras e exposições. É a terceira no calendário da moda, acontecendo logo após Londres.

Paris Fashion Week, a disputada

Mesmo que você não entenda nada de moda, deve ter visto O diabo veste Prada e todos os preparativos de Miranda e Andrea para a semana mais importante do calendário de moda – tão importante que dura mais do que uma semana, variando entre 9 e 10 dias de desfiles, no mínimo, impressionantes.

Resultado de imagem para gif devil wears prada

A primeira Paris Fashion Week aconteceu em 1973, mas sua história começou em 1947, no pós-guerra. Foi neste ano que Christian Dior apresentou sua famosa coleção Corolle; depois de tanto tempo de escassez e dor, a moda renascia como uma flor pelas mãos do estilista. O estilista convidou incontáveis jornalistas para a apresentação de sua coleção, retomando as apresentações de moda em Paris. Atualmente, a PFW conta com apresentações gigantes – os desfiles da Chanel, por exemplo, recebem mais de 2.500 convidados! É uma semana de moda mágica, assim como a própria Paris.

Você conhecia essa história? Tem, como eu, vontade de ver esses desfiles todos ao vivo? Comente!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s