Sai fora, espinha!

Quem nunca acordou pleníssima, cheia de coisas importantes para fazer, quando, de repente, se olhou no espelho e… Tinha uma – ou várias – espinhas habitando o rosto? Aí vira um desespero só, a gente abre o Google e digita “como fazer uma espinha desaparecer em cinco minutos”, procura os melhores corretivos para esconder, se esforça ao máximo para não espremer, entra em pânico… Achou que isso acontecia só com você, né? Tamo junto, miga!

Mas saiba que dá para evitar este desespero, basta cuidar direitinho da sua pele. Para ajudá-la nessa, mostramos quais os quatro passos essenciais para incluir na rotina já e evitar este pesadelo.

Passo 1: Tratar

Você acorda, #plena , vai ao banheiro, se olha no espelho e pá!, tem uma nova habitante no seu rosto. Aliás, ela é tão grande que você chega a pensar que tem um rosto na sua espinha, isso sim. E o que você quer fazer na hora? Espremer, claro. Mas segure esse dedinho. Espremer uma espinha tem duas consequências: ela pode demorar ainda mais para sumir ou deixar marcas na pele – e o que era passageiro, fica por lá por um bom tempo. Então, mesmo que a vermelhidão dela não a deixe prestar atenção em outra coisa, tente raciocinar e cuidar do problema. Lave bem o rosto (falaremos melhor sobre isso já já), e use produtos secativos uma ou duas vezes ao dia até a espinha cicatrizar.

Passo 2: Limpar

Não tem segredo melhor para combater e evitar as espinhas do que manter a pele limpa. O recomendado é lavarmos o rosto duas vezes ao dia, logo ao acordar e antes de dormir, já que lavar mais que isso pode trazer problemas. “Manter a pele limpa é importante para a prevenção da acne, mas lavar o rosto repetidamente pode causar o efeito ‘rebote’. Isto é, a pele acaba produzindo mais oleosidade para compensar o ressecamento provocado pelas lavagens”, explica o dermatologista Daniel Diziabas. Para não ter erro, use sempre um sabonete específico para a região do rosto, e na hora de comprar, procure no rótulo se ele contém ácido glicólico e/ou ácido salicílico.

Dica de BFF: sabia que dá para controlar a oleosidade do rosto incluindo frutas no cardápio? Pode apostar no morando, na acerola, na melancia, no mamão papaia, na laranja e no pêssego, que contém vitamina C, um antioxidante capaz de deixar a pele inacrê!

Passo 3: Hidratar

Manter a pele hidratada também é essencial para deixar as espinhas bem longe. O segredo está em usar hidratantes em gel e fugir dos cremes, pois eles deixam o rosto ainda mais oleoso. Talvez você não saiba, mas o próprio primer, aplicado antes do make, já ajuda a hidratar a pele. Mas os melhores produtos são mesmo hidratantes em gel ou séruns levinhos. “Borrifar água termal também ajuda na hidratação, inclusive na fase inflamatória da acne”, recomenda a dermatologista Larissa Viana. Por essa nós não esperávamos, hein? E, claro, beba bastante água sempre, porque ela faz maravilhas pela pele.

Para usar todos os dias

Toda pele precisa de hidratação! A diferença está na fórmula do hidratante para cada tipo de pele. Além de aumentar a proteção natural, a hidratação também auxilia no processo de renovação celular, deixando a pele macia e muito mais bonita!

Passo 4: Proteger

Não importa qual é o seu tipo de pele, todas elas precisam de proteção solar todos os dias. Só o uso de protetor não previne acne ou espinhas, mas é importante para completar a rotina de cuidados. Além disso, ele ajuda a prevenir as manchas provocadas pela acne. Para arrasar na escolha, prefira produtos que controlem a oleosidade da pele ao mesmo tempo em que protegem. Os produtos em gel e com “toque seco” são ótimos, principalmente se aliados a um fator de proteção 30 ou maior. Ah! E fica a dica para não obstruir os seus poros e piorar o problema: é bom ter um produto específico para o rosto e outro para o corpo, pois estes costumam ser mais oleosos.

Com ou sem sol

Se você não passa protetor quando não está sol, saiba que está se prejudicando muito! É necessário se proteger até quando está nublado, pois as nuvens filtram de 30 a 50% da radiação solar e o resto pode passar, prejudicando a sua pele.


Disfarce perfeito

Pode usar a maquiagem para esconder a espinha, sim, mas aposte em produtos à base de água. Aplique uma camada de primer e, depois, uma base e um corretivo. Use corretivo verde antes do corretivo do tom da sua pele, para neutralizar a vermelhidão.

* texto publicado originalmente na revista Atrevida (2017), mais especificamente na edição 278, a última edição impressa da revista #saudades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: